Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CLau.dot

Everything starts from a DoT, Kandinsky said.

CLau.dot

Everything starts from a DoT, Kandinsky said.

#84 of 365: 10.10.10

image.jpg

Hoje, é dirigido! ... Fica aqui o registo que antecede sábado e o resto da vida...

Gostamos de acreditar em coincidências. Pensar que o universo conspira a nosso favor. É uma das melhores sensações desta vida. Perceber que nada foi intencional. Tudo tinha uma intenção intrínseca, com anos de atraso ou desencontros marcados. Foi o que aconteceu quando vos falo do dia a que me reporto. Dia de Setembro. Dia de festejar a amizade. Dia de celebrar a felicidade dos amigos em local santificado. Ainda hoje sou capaz de ir buscar um bocadinho das boas energias desse dia. Da ida, da festa e do regresso.

E passaram quase 5 anos. Desde aquele dia que, também, era o tal das festas da terra, quando toda a gente regressa a casa para repor mimos e matar saudades dos amigos que já não vê desde o jantar do ano passado. Aquele jantar que já está marcado para o próximo ano com o mesmo pretexto, no mesmo dia da semana, à mesma hora. Vamos até lá. Não podíamos faltar. Oiço a música estridente, gargalhadas e gritos. Os carroceis onde se ouve o “ mais uma volta”. Paramos no grupo onde nem toda a gente se conhece. Apresentações feitas, alguns minutos de pouco à vontade. A conversa recomeça como era antes, no polivalente, tentando pôr em dia os anos de atraso entre eles, agora, marinheiro e enfermeira.

Os outros (nós! ) também começamos a trocar palavras, algumas pouco explícitas. Ficariam por esclarecer nos dias posteriores, e até hoje, que o fazemos todos os dias

Ali, foi o recomeço de algo que já existia pouco explícito. Finalmente! No dia da capicua, com a força de quem torcia por vocês à distância, ao som dos tambores cá... No silêncio da noite com as luzes do alfeite, aí.

Assistimos a cenas de entusiasmo crescente e estreitar de laços. Sentimos que os amigos estavam a ir pelo caminho certo. Bom tem sido, acompanhá-los! Sentir que são a nossa família, sem que seja preciso laços de sangue. Perceber que são muitas e muitas vezes inspiração. Por isso, ficam os desejos para que possamos cruzar caminhos muitas e muitas vezes! Que seja um percurso cheio e feliz! Que continuem a ser inspiração.

aquele beijo. abraços também.

*clau.pp

4 comentários

Comentar post